Colunas / Notícias


Você está em: Home > Notícias > Saúde >5 de Fevereiro , Dia Nacional da Mamografia

5 de Fevereiro , Dia Nacional da Mamografia

05/02/2017 09:52:04

ALTERA O
TAMANHO DA LETRA



80% dos nódulos encontrados são benignos

 É comum ouvir que algumas mulheres reclamam da dor provocada pela mamografia ou que até deixam de fazer o exame para evitar o incômodo, fora outros mitos que contribuem para a sabotagem do exame. E muitas questionam porque ao invés da mamografia, não poderia ser feito o ultrassom mamário?

 

O coordenador do departamento de mastologia do IBCC (Instituto Brasileiro de Controle do Câncer), Dr. Edison Mantovani, esclarece que existem algumas diferenças entre os exames e que a ultrassonografia é um método complementar à mamografia. “O ultrassom não serve para diagnóstico precoce. Enquanto a mamografia detecta nódulos de 0,2 a 0,3cm, a ultrassonografia só reconhece nódulos maiores que 0,5cm, principalmente em áreas dos seios mais densas onde a mamografia tem menor acuidade”, reforça o Dr. Edison Mantovani.

 

Ainda de acordo com o mastologista do IBCC, pacientes jovens, em média de 30 anos, costumam ter mamas densas, sendo aconselhável realizar o Ultrassom (US). Após os 35 já é recomendado que se faça a mamografia e posteriormente o US, caso haja alguma alteração que precise de complementação em sua avaliação. “É importante lembrar que a Sociedade Brasileira de Mastologia indica que o exame mamográfico seja feito a partir dos 40 anos, mas nada impede que pacientes de risco e com mamas mais gordurosas possam fazer este exame antes da idade recomendada”, comenta o mastologista.

De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), só no Brasil, foram estimados 57.960 casos novos de câncer de mama, o que equivale a 56,20 casos a cada 100 mil mulheres. Mas com a mamografia feita anualmente aumenta as chances de sucesso no tratamento e eleva a 90% a chance de cura.

Apesar do número de mamografia ter aumentado 37% no país entre os anos de 2010 e 2016, passando de 1,6 milhão para 2,2 milhões, segundo revelou o Ministério da Saúde, a Pesquisa Nacional de Saúde, realizada pelo IBGE (Instituto de Geografia e Estatística) em 2015, concluiu que cerca de 40% das mulheres brasileiras, na faixa etária de 40 a 69 anos, não fazem mamografia. “Não acredito que seja por causa de restrição ao exame, essa taxa certamente ocorre por falta de conhecimento dos benefícios da mamografia em relação a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama”, justifica Dr. Edison Mantovani.

Um dos fatores que desencoraja a mulher a realizar a mamografia é o próprio medo de descobrir a doença, mas, segundo explicou o médico do IBCC, 80% dos nódulos encontrados são benignos.

“O maior incentivo é a divulgação ampla da importância de realizar o exame de mamografia anualmente, pois esse é o único método que permite a detecção precoce e consequente cura do câncer, de maneira prática, reprodutível e de fácil acesso”, pontua Dr. Mantovani do IBCC.

Fonte: Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC)

Veja Também


Del.icio.us Digg Stumble Google
Windows Live Favoritos Página Inicial Imprimir
FaceBook Twitter

Radio Jubileu FM - Todos os direitos reservados @ 2010
Rua Manoel Espírito Santo, 321 - Bairro Grageru - Tel: 79 3232 - 1727